Escandiuzzi

Procuram-se boas notícias. Mas enquanto elas não surgem….

Posts Tagged ‘PT

Provocação??

leave a comment »

 

Declaração do presidente do PT, Rui Falcão, nesta terça (04) quando questionado sobre a influência do julgamento do mensalão nas eleições municipais.

 

Written by Fabrício Escandiuzzi

setembro 5, 2012 at 8:18 am

Samba do Crioulo Doido….

leave a comment »

 

 

Início de campanha eleitoral em Florianópolis.

Bandeirolas ajeitadas. Fanfarras afinadas. Alegria, sorrisos e muitos tapinhas nas costas. Apitaço, buzinaço e carros de som… enfim, o Carnaval Eleitoral começou de vez…

Começou e começou com tudo. Largada neste sábado (28) de duas campanhas de peso: a do PC do B e PT da Angela Albino e do Nildão e a do PMDB e outras tantas letras do Gean Loureiro e do Rodolfo Pinto da Luz.

Na minha análise politico-carnavalesca das duas passeatas de hoje, houve equilíbrio…Vantagem para um ou outro lado em determinados quesitos de julgamento.

Em termos de correligionários, a do PMDB contava com muito mais participantes. Tinha gente do lado de fora do clube.

No quesito Enredo, entretanto, as duas “agremiações” empataram. Futuro de Florianópolis para lá, Florianópolis do futuro para cá. Mobilidade, inovação, saúde, educação e planejamento urbano.

Maior prefeito da história aqui, maior presidente da história lá. Enfim: enredo normal, sem maiores ousadias e com algumas semelhanças.

Comissão de frente peemedebista…

 

Já no quesito Comissão de Frente, o PMDB deu um banho. Três ex-governadores reforçam a apresentação da agremiação (Casildo Maldaner, Eduardo Pinho Moreira e Paulo Afonso Vieira), o que mostrou a imponência logo no início do desfile.

O atual prefeito Dário Berger e seu irmão Djalma saíram como destaques na comissão. Já pelo lado do PC do B e do PT, os destaques eram José Fritsch e João Ghizoni. Vitória tranquila dos peemedebistas.

Gueixa em caminhada do PMDB

 

Quesito Alegorias e Adereços: vantagem apertada para o PMDB de Gean. Tinha gente vestida de gueixa, tinha milongueiros de tango, muitas e muitas bandeiras… O Homem do Chifre foi presença carimbada desde cedo, o que garantiu com a facilidade a vitória do peemedebista neste quesito.

Bateria: Duas grandes bandas com bons trabalhos tanto durante eventos dos comunistas quando do PMDB. Pelos lados da Albino, a banda caprichou no melô do Manezinho da Ilha, de autoria do Calibrina. Seria um empate, se a bateria do Loureiro não fosse “esquecida” pela caminho (o que também implica em perda de pontos também no quesito seguinte, como verão). Com isso, o candidato e seu vice e as outras lideranças da coligação foram acompanhados por uma caixa de som horrorosa pelo centro da cidade.

 

Quesito Evolução e Harmonia: Os dois partidos de esquerda,  PT e PC do B, mesmo com número menor de componentes, surpreenderam e mostraram uma incomum organização. A caminhada passou pelo centro da cidade bastante coesa e com pouco espaço entre uma ala e outra. Harmonia foi o grande trunfo da Angela Albino.

Esse quesito foi um horror para o PMDB. Passeata de campanha eleitoral não é marcha atlética. Um grupo liderado pelo candidato Loureiro saiu do clube onde realizavam o evento em desabalada carreira. Jornalistas, fotógrafos, correlionários e malas em geral foram ficando pelo caminho, desesperados.

Imensos clarões se formaram entre uma ala e outra e por mais que os diretores de harmonia pedissem para “segurar o ritmo”, a comissão de frente continuou em ritmo de maratona. Passaram os primeiros componentes, cinco minutos depois um grupo de candidatos a vereador com apitos, depois outro, depois mais outro. A bateria, essa coitada, ficou no clube e não acompanhou os atléticos candidatos. Enfim, muitos que iriam participar da caminhada, ao ver o ritmo frenético do negócio, desistiram e ficaram nos bares das redondezas.

Em quesito evolução, PMDB perdeu de goleada.

Nos demais, vitória de um aqui, outro ali e muito equilíbrio.

Correligionários esperando Gean Loureiro sair do clube. O candidato, que saiu em marcha atlética, já devia estar no Mercado Público a essa hora…

 

Resumindo: tem muita pompa e luxo, reforços de peso, correligionários e letras de sobra dos partidos da coligação do PMDB. Mas o pessoal desandou na evolução. O PC do B e o PT não tem lá uma comissão de frente de peso, as alegorias foram mais pobrezinhas, mas não desafinaram e mostraram harmonia.

Começou o samba do crioulo doido.

 

 

 

 

 

       

         …..

Written by Fabrício Escandiuzzi

julho 29, 2012 at 4:38 am

PC do B e PT nas ruas…

leave a comment »

 

A candidata do PC do B à prefeitura de Florianópolis, Angela Albino, realizou a “caminhada de lançamento” de sua campanha durante a manhã deste sábado, no centro da cidade.

Albino e seu vice Nildomar Freire, do PT, foram recebidos por militantes diante da Catedral Metropolitana. Eles caminharam pelas ruas do centro histórico acompanhados de muitas crianças, candidatos a vereador, militantes e até mesmo de uma banda.

“Fico muito feliz de estar aqui e hoje estamos colocando a nossa campanha nas ruas”, disse ela, que durante a semana promoveu um debate com blogueiros e lançou a “campanha virtual”. “Agora estamos nas ruas com todos os nossos militantes para buscar apresentar nossas propostas para Florianópolis.

A caminhada terminou no Mercado Público, tradicional ponto de encontro de moradores locais. Além do vice, Angela estava acompanhado do ex-ministro da Pesca José Fritsch, atual presidente do PT em Santa Catarina. Ele fez uma avaliação “positiva” das alianças com o PC do B no estado.

“Estamos disputando para vencer nas três principais cidades catarinenses”, disse. “Temos grandes chances em Florianópolis e Blumenau e estamos crescendo com consistência em Joinville”.

Written by Fabrício Escandiuzzi

julho 29, 2012 at 3:34 am

Angela Albino e a campanha virtual

leave a comment »

Vale destacar a iniciativa da candidata do PC do B à prefeitura de Florianópolis, Angela Albino, que realizou um “debate” com blogueiros locais como o ato de lançamento de sua campanha eleitoral.

Sem realizar grandes movimentos de campanha neste mês de julho, a candidata aproveitou para lançar o site. Com uma plataforma colaborativa e construída com software livre, Albino destacou que pretende manter um canal aberto com internautas. Tiago Skarnio, atuante no meio digital na capital, fez as explanações sobre o portal.

Vale destacar que Albino é uma usuária contumaz do twitter, antes mesmo de se eleger deputada estadual. Ela destacou que o microblog chegou a ajudá-la durante o mandato na Assembléia Legislativa: em seu entendimento, a internet seria uma “ferramenta democratizante”.

“Sou usuária do twitter e apreciadora da cultura digital”, afirmou. “A ferramenta me ajudou no mandato, pois pude conversar com várias pessoas que dominavam temas em que eu não estava tão familiarizada. E tudo isso de forma ágil”.

 

O portal de Angela Albino vai permitir que os eleitores, mediante cadastro, possam sugerir temas para inserção no plano de governo e apresentar opiniões sobre a campanha pela prefeitura de Florianópolis. “É rede social que teremos durante essa corrida. Vamos aproveitar para que os cidadãos de Florianópolis apresentem sugestões e possam inclusive corrigir os rumos da campanha”, disse.

No lançamento, Angela estava acompanhada do candidato a vice Nildomar Freire e da ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti. “Estou aproveitando esses três dias que tirei de folga de Brasília e estarei na campanha em Florianópolis”, afirmou a ministra.

Após o lançamento “virtual” da campanha, petistas e comunistas começam com atividades de maior porte no próximo fim de semana. Uma caminhada está marcada para o sábado na região central de Florianópolis.

Written by Fabrício Escandiuzzi

julho 26, 2012 at 7:51 am

Mick Jagger

leave a comment »

Pois é…. O Lula, aqui em Santa Catarina, não deu muita sorte para seus candidatos… Se mostrou um tremendo Mick Jagger, ops, pé frio…

Reportagem que fiz para o Terra mostra que nas três cidades visitadas pelo presidente na campanha, a candidata do PT acabou derrotada…

Que sinuca de bico hein? Traz o homem, ou deixa o homem por lá?


Abaixo, na íntegra o material publicado no Terra

 

Dilma perdeu nas cidades visitadas por Lula em SC

A candidata do PT á presidência da República, Dilma Roussef, foi derrotada nas únicas três cidades do estado de Santa Catarina visitadas pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante a campanha.

Criciúma, Itajaí e Joinville foram alvos de visita de Lula no último dia 13 de setembro. Ele participou da inauguração da duplicação de trechos da BR 101 no sul do estado, visitou o Porto de Itajaí e encerrou a passagem realizando um comício em Joinville, maior colégio eleitoral catarinense.

Em Criciúma, Dilma foi derrotada por uma diferença de dez mil votos: obteve 38 mil votos contra 48 mil do candidato tucano. Em Itajaí, no litoral norte, a diferença foi de oito mil votos. Já em Joinville, palco do polêmico discurso de Lula em que afirmou que o “DEM deveria ser extirpado” da política, a diferença chegou a 60.366 votos.

Serra obteve 145.858 votos, 46,5% do eleitorado, enquanto Dilma registrou 85.492. Foi a maior diferença entre os dois candidatos em Santa Catarina, justamente em uma cidade administrada pelo PT.

De acordo com o professor Sérgio Saturnino, cientista político e coordenador do Instituto de Pesquisas Sociais da Univali (Universidade do Vale do Itajaí), a presença de Lula, que registra aprovação recorde em quase todas as pesquisas não seria suficiente para reverter votos em alguns municípios. Segundo ele, o PT não estaria estritamente ligado à Lula e a migração de votos não seria algo tão “certo”.

O Lula é maior do que o PT. Ele conta com a aprovação popular ao ponto do próprio PSDB ter tentado se atrelar à sua imagem na campanha. Mas isso não significa que um governo de seu partido será igual”, afirma. “O que existe é o lulismo. Os votos transferidos são lulistas e não petistas”

Saturnino destaca que o PT terá que “repensar” seu posicionamento político após a saída de Lula da presidência. “O partido irá ter que debater seu caminho sem sua maior figura em cargo público”, disse.

 

Written by Fabrício Escandiuzzi

outubro 8, 2010 at 7:22 am

Pirotecnia e supositórios

with one comment

O que dizer desta peça publicitária do programa da Ideli Salvatti?

Ou dessa repetição bem piegas da família do Raimundo Colombo?

O marketing eleitoral está tomando um caminho muito estranho, para não dizer perigoso….

Candidato a cargo público não é bombril, marca de cerveja, aparelho de celular ou até mesmo supositório, embora a função deste último seja vez ou outra muito similar ao que alguns fazem com o eleitor…..

Em muita coisa que tenho visto, não só aqui em SC mas em todo o país, falta proposta e sobram efeitos especiais…. Não sei onde isso vai parar.

Se daqui alguns anos aparecer candidato em 3D eu juro que me jogo do trapiche da Beira-mar.

Por mim, horário eleitoral era só ao vivo, com o neguinho em fundo oficial do TSE e cada dia tendo que falar sobre uma área diferente… Meu irmão publicitário que me perdoe, mas seriam campanhas mais baratas e com mais propostas.

Abaixo o Photoshop e os efeitos especiais.

Written by Fabrício Escandiuzzi

setembro 9, 2010 at 11:46 am

Sopa de letrinhas

with 3 comments

Reunião do PP na segunda pela manhã. Diretório do PSDB na parte da tarde. Isso na segunda-feira.

Na terça-feira: panfletagem de petistas no Terminal Central. Reunião de prefeitos do PMDB em um hotel do centro de Florianópolis. Coletiva com picanha na casa do governador Leonel Pavan.

Isso sem contar o material sobre frio, tainhas e Armação.

Estou numa maratona “político-noticiosa”.

E como disse muito bem o Moacir Pereira em belo artigo hoje, já tá uma chateção esse negócio de tríplice aliança.

PMDB diz que vai com DEM e PSDB… Mas o PT diz que o PMDB vai com o PT e a Dilma. O PSDB diz então que vai com o PP. Mas o PP diz que vai com o PDT. O PDT, uma parte vai com o PP mesmo, a outra diz que vai só com PDT. O DEM vai sozinho ou com o PMDB e o PSDB, mas nunca com o PT…

E eu vou para a PQP, porque tá foda essa chateação.

Ninguém fala com a impresa com medo de melindrar os sonhados aliados. Um aliado marca uma conversa ali, o outra marca outra de lá. E nada acontece.

Fritsch panfletando disse em entrevista ao Terra que já haveria um acordo firmado com o PMDB catarinense para não agressão. Leia aqui.

Pavan fez um churrasco para a imprensa. Alguns figurões engravatados e outros, como eu, com a blusa de moletom surrada (mas bem quentinha) com que saí pela manhã para fotografar o “frio” e a espera das tainhas. Para variar, nenhuma nova revelação bombástica… Disse que se PMDB e PT selarem o tal pacto, no mesmo dia ele conversaria com o PP (essa foto é maldade pura, mas não dá para deixar de usá-la né?).

Compasso de espera.

Enquanto isso, a triplice aliança (ou chatice, como diz o Moacir), segue assando. Sinceramente acho que já passou do ponto.

Tá mais para uma grande sopa de letrinhas. Não sabemos o que vai sair dali…

Em tempo: O César Valente também publicou um excelente material sobre essa discussão casa-não casa, alia-não alia….Leia aqui

Written by Fabrício Escandiuzzi

junho 10, 2010 at 8:44 am