Escandiuzzi

Procuram-se boas notícias. Mas enquanto elas não surgem….

Debate tecnológico

leave a comment »

Image

Quatro candidatos a prefeitura de Florianópolis participaram de um debate realizado pela Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE) nesta quarta-feira, em Florianópolis.

Angela Albino (PC do B), César Souza Júnior (PSD), Elson Pereira (PSOL) e Gean Loureiro (PMDB) falaram sobre as propostas para o setor de teconologia e receberam uma carta de reivindicações dos representantes do setor.

A área de tecnologia é uma das que mais empregam e atualmente é a maior arrecadadora de impostos em Florianópolis. O debate serviu para que os quatro candidatos expusessem as políticas que pretendem adotar para o desenvolvimento das empresas do ramo.

Angela Albino destacou que a mão de obra qualificada para o setor é uma das grandes dificuldades das empresas. Ela aproveitou para afirmar que a prórpia “gestão administrativa” da prefeitura, não utilizaria os recursos disponíveis. “A cidade pode enfrentar problemas diante da dificuldade em atrair mão de obra qualificada pelo alto custo de vida”, disse.  “É preciso trazer a capital da inovação para dentro dos procedimentos de gestão da prefeitura. Hoje o uso de tecnologia pela gestão está muito atrasado.“

O candidato do PSD César Souza Júnior, destacou que o setor de tecnologia é o mais forte economicamente no município e que estaria ajudando a alavancar atividades como o turismo. Ele pregou a realização de projetos e oficinias junto a escolas públicas para preparar os jovens para o mercado de trabalho. “O setor de setor de tecnologia ajuda a alavancar o turismo. Quantos empresários não vem para cá para visitar as nossas empresas e firmar contratis””, afirmou. “O setor de TI não polui, não agride e e a jóia da cidade”.

O candidato do PSOL, Elson Pereira, destacou que a educação pode gerar mais oportunidades para as empresas. Ele citou os dados do Ideb 2011 que colocam a cidade como a melhor capital em vários níveis de ensino e uma pesquisa da ONU-Habitat que coloca o Brasil como o quatro país mais desigual das Américas. “Temos a sexta economia. Mas uma grande desigualdade. De um lado temos um prato de comida e de outro um trabalhador. Entre eles há um muro intransponível”, disse.  “Precisamos criar uma nova cidade, com muito espaço urbano, para tornar a cidade mais criativa”.

Gean Loureiro, candidato do PMDB, destacou a existência de uma “guerra” entre empresas de teconologia pelos profissionais mais qualificados. Ele exaltou os dados da rede municipal de ensino no Ideb, mas defendeu melhoras no setor de educação fundamental para a formação de novos profissionais e a redução de impostos para empresas de tecnologia.

“O processo de inovação da cidade deve institucionalizado pela prefeitura”, afirmou. “Devemos criar uma incubadora de projetos, além de fornecer incentivos fiscais para setor, diferenciando ele de outros setores em razão da sua indústria limpa”.

Além dos quatro que participaram do debate, Janaína Deitos (PPL) e Gilmar Salgado (PSTU), disputam a sucessão do peemedebista Dário Berger em Florianópolis.

Anúncios

Written by Fabrício Escandiuzzi

agosto 23, 2012 às 5:37 am

Publicado em Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: