Escandiuzzi

Procuram-se boas notícias. Mas enquanto elas não surgem….

Sobre ressacas, muros, estaleiros e campanhas

with 7 comments

 

Nunca antes na história dessa cidade houve uma união tão grande de políticos em torno de um objetivo….

A atuação de parlamentares, candidatos, governo e etc em torno do tal estaleiro do Eike Batista realmente  é uma coisa impressionante.

Não vi união assim para resolver o problema de mais de mil pessoas que continuam nas moradias provisórias de Blumenau. Vivem em galpões, usam conteineres como banheiro. Quer saber como é? Clique aqui.

Na praia da Armação do Pântano do Sul, o tal muro está sendo erguido… Nesta segunda-feira, dia 19, a água chegava a passar por cima em vários pontos. E olha que não estamos enfrentando nenhuma ressaca.

Aqui, neste caso, assim como no dos desabrigados da enchente de 2008, não houve tanta “comoção política” como o tal do estaleiro do Eike. Vai gerar cinco mil empregos.. que maravilha… O turismo acho gera muito mais do isso, sem precisar mexer em áreas de preservação ou desalojar golfinhos na baía que chama, não por acaso, Baía dos Golfinhos.

O que lamento é que as coisas andam na contramão. Ao invés de se cumprir estritamente o que está na legislação ambiental, movimenta-se políticos e autoridades para “viabilizar” a construção do estaleiro.

Resumindo em outras palavras: reúnem-se todos para dar um “jeitinho” de viabilizar isso. A lei que trate de se adaptar aos interesses e à “geração de empregos para a comunidade”

E os ecochatos, ambientalistas e defensores da natureza que se f….

Mas, volto neste assunto depois das audiências públicas deste semana…. Essas fotos foram tiradas hoje na praia da Armação..

O muro está “lindo”, não deixa o mar chegar tão perto. Acabou a areia, acabou a praia. Guarda-sol e caiprinha à beira mar ali, só se for em cima do muro… Não dá mais para pegar onda, tamanhos são os tocos que foram lançados ao mar depois que as casas e encostas foram destruídas.

 

Tá maravilhoso né? Uma praia de cartão-postal….

 

Tem até ciclovia agora, dá para correr, fazer cooper… estender uma canga, ler um livro em cima de um muro de pedra de dez milhões de reais.. Não é para qualquer um..

Para o turismo é bom… Tanta gente sai daqui para ver o que sobrou do Muro de Berlim.. Temos agora a praia da Armação e sua imponente muralha…

 

E no Campeche? Olha aqui abaixo.. Casas penduradas, belo visual em meio aos destroços…

Tudo ruindo devido à força do mar….

 

Um molhe, com uma meia dúzia de pedras, é apontado por nove entre dez pessoas que ouvi (incluindo especialistas) como o causador ou grande contribuidor para o problema na praia da Armação.

A construção de casas sobre dunas de uma área de preservação também fez com que o problema ocorresse no Campeche.

Interferências do homem.

Interferências pequenas, mínimas, se compararmos com o impacto que um estaleiro pode causar na baía norte de Florianópolis.

Bilhões de reais em investimento. Milhares de empregos. Que coisa linda.

Os caras falam em jogar arsênio na água como se fosse a coisa mais normal do mundo…. Não era ali na baía norte que íriamos nadar, como nos prometeram em outras campanhas???

Não estamos podendo nadar nem mais no sul da ilha…

 

Tudo isso vale a pena???

Anúncios

Written by Fabrício Escandiuzzi

julho 20, 2010 às 5:38 am

7 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Putz, cara, foi exatamente a união dos políticos que mais me chamou atenção na audiência na ALESC.
    De fato, não percebemos a mesma unidade quando o assunto é a recuperação dos estragos no Sul da Ilha, ou ainda mais: elaboração de políticas para prevenir que aqueles fatos se repitam.
    No entanto, lembremos que mais uma fase de renovação da classe política vem aí..
    Abração.

    Danilo Duarte

    julho 20, 2010 at 5:47 am

  2. Infelizmente não sou tão esperançoso como o amigo Danilo. Espero mais do mesmo nessas eleições. Quero estar errado, porém.
    No mais, belo texto e boas fotos. Parabéns

    Alexandre Lunelli

    julho 20, 2010 at 7:17 am

  3. Fiquei chocada com o fim da praia de armação.
    Em 94 quando a conheci o que mais chamava atenção eram as conchinhas que ainda sobreviviam por ali.
    E agora, cadê a praia?
    Morreu como tantas outras coisas. Até o Código Florestal Brasileiro morreu, o que esperar do resto?
    Não podemos esperar dos políticos, porque política se faz com muito dinheiro, interesses e nenhum escrúpulo!

    Mas colocar para a sociedade, para as comunidades de pescadores artesanais para a mídia os fatos reais como esse flagrante de suas fotos e texto é a uma maneira de tentar barrar o jogo sujo da enganação!

    Abraços,

    Christiane Teixeira

    Christiane Teixeira

    julho 20, 2010 at 9:48 pm

    • Obrigado Christiane…
      Temos que fazer isso sim… esse “discurso” contra “ecochatos”, esse discurso de que o meio ambiente atrapalha a geração de empregos e etc. é a coisa mais provinciana que já presenciei..

      Quanto à Armação, realmente corta o coração ver como a praia ficou.. quer dizer, ex-praia…

      Abraços

      Fabrício Escandiuzzi

      julho 20, 2010 at 11:32 pm

  4. Época de campanha. Quanto será que nossos “nobres” políticos estão ganhando para defender com tanto empenho o estaleiro?

    Paulo Sérgio Miguel

    julho 21, 2010 at 9:15 am

  5. Parabéns Fabrício pela matéria e pelas fotos!
    É lamentável que um desastre ambiental por erosão marinha esteja se tornando um crime ambiental. Acabaram com o belo cartão postal de Florianópolis,ao encher de pedras as belas praias. O processo erosivo deverá continuar nas praias vizinhas. Existe solução técnica para o problema,trata-se do Barra Mar Dissipador de Energia Bagwall.

    Marco Lyra

    julho 23, 2010 at 12:13 pm


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: