Escandiuzzi

Procuram-se boas notícias. Mas enquanto elas não surgem….

A Copa da falta de educação

with 5 comments

Vocês repórteres, não têm criatividade. Todo lugar que vou me vêm com as mesmas perguntas. Não acredito que estudam na faculdade para me perguntar isso”

Presenciei esse diálogo – ou melhor coice – do técnico Dunga numa repórter da Bandeirantes em dezembro de 2008, em Blumenau, durante um jogo beneficente (isso mesmo beneficente) em prol das vítimas da enchente.

Horrorizou o tipo de resposta que deu à moça que aliás, parece que estava debutando em matérias nos campos de futebol. Ela ainda se justificou que tal questão era um pedido de seu editor. “Você não tem o opinião própria? Só pergunta o que mandam”, disparou Dunga, o impiedoso.

Minutos depois o entrevistei sobre o jogo beneficente. Quando desliguei o microfone, ele sorriu, disse que o povo estava do lado dele e que só se irritava com a “forma que alguns” lhe dirigiam as perguntas. Sorriu mais uma vez, colocou a mão no meu ombro e disparou: “Tem gente que pega um microfone e se sente como Deus”. Foi para o jogo. Minutos depois teve o nome gritado em côro pela torcida para que batesse um penâlti. Bateu. E fez o gol.

O tempo passa, o tempo voa e mesmo tendo abandonado os gramados, Dunga segue distribuindo pontapés, carrinhos e voadoras, tal como fez em toda a sua carreira de jogador.

Mas cá entre nós: quem já assistiu essas entrevistas coletivas de técnicos na íntegra? Quem viu dá para perceber como alguns repórteres apresentam um verdadeiro enunciado antes de fazer a pergunta. Parece que estão num debate, fazem análise do jogo, apontam erros do técnico e etc e tal… Tem coletiva que mais parece uma Inquisição.

Cada um tem sua postura, respeito. Mas devemos nós jornalistas, deixarmos de pensar que somos quase deuses… Que nossa palavra não pode ser questionada ou que não podemos ser criticados. Chegar numa coletiva e perguntar por que ganhou ou perdeu, como aconteceu, como viu o jogo, a arbitragem, o adversário e pronto. Quem analisa é o analista, o cronista, que muitas vezes nem está numa coletiva destas.

Como torcedor, aprovo o fechamento dos treinos, a seriedade dentro da concentração e o fim do abuso das matérias jornalísticas sobre a vida na concentração. Em 2006 havia um exagero, o pagodinho comendo solto aqui e ali, repórteres dentro de hotéis, passeios de jogadores e etc… Acabou. Ponto para Dunga.

Como jornalista, sou contra os abusos, os “privilégios e regalias” que eram até então destinados a Globo. Os resquícios deste domínio são tão fortes que um dos problemas na primeira folga da seleção foi uma entrevista exclusiva do atacante Robinho. Adivinhe para quem??? Dunga ainda, com exclusividade, apareceu no Jornal Nacional no dia da convocação para a Copa.

Dunga acabou com isso durante a Copa. Depois do torneio, os atletas podem dar entrevistas onde bem entenderem. Outro ponto para ele.

O capitão do tetra ganhou o apoio de internautas e gerou um manifesto gigantesco no twitter contra a Rede Globo, que já havia sido vítima do #calaabocagalvao. Contagiou a tal ponto que até o Kaká, menino de Deus, bonzinho, daqueles que não fazem mal a ninguém, se transformou. Foi expulso, xingou, indagou o filho do Juca Kfouri numa coletiva e até lascou Jesus Cristo no meio história.

É o Kaká do mal agora….

Agora, eu condeno a falta de educação. O que o Dunga fez após indagar o Escobar foi feio. Não só contra jornalistas como contra qualquer profissional, de qualquer atividade que seja, a grosseria não tem espaço. Se Dunga falasse aquilo comigo, era capaz de fazer igual o iraquiano contra George W. Bush e atirar um sapato em suas fuças.

Ao mesmo tempo, quando entro numa coletiva desligo o celular. Se preciso falar, deixo a sala. Por educação e respeito aos colegas do lado.

Falta de educação que tem sido uma coisa tão frequente nesta Copa. O francês Domenech fez isso com o pobre do Parreira hoje. Um horror. O próprio Domenech, que foi vítima de xingamentos por parte do atacante Anelka. A que ponto chegamos de dizer que o Maradona anda educadinho…. Resumindo, virou uma baixaria só…

O que fica de expectativa nesta história toda é que cobertura esportiva deste país mude um pouquinho. Espero que para melhor.

Anúncios

Written by Fabrício Escandiuzzi

junho 23, 2010 às 10:40 am

5 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. fabrício, concordo contigo em gênero, número e grau. Aquele francês deu uma de fdp hoje. outra coisa, aquele editorial da globo contra o dunga foi de um exagero enooooorme. Ainda bem que a patuléia respondeu com um sonoro #calaabocatadeuschimdt. Eu engrossei o coro. Sabes a diferença entre um jornalista e um juiz? O primeiro pensa que é Deus, o segundo tem certeza… #fuiii

    Evandro Baron

    junho 23, 2010 at 10:57 am

  2. Post muito sensato. Concordo plenamente!

    Também tem aqueles jornalistas que fazem duas (ou mais) perguntas ao mesmo tempo, normalmente longas, e quando o cidadão vai responder, já esqueceu a primeira faz tempo (pode ver que eles sempre respondem a segunda pergunta antes), ou seja, discernimento zero.

    O importante é que eu sempre quis saber o que vó do Kaká pensou da expulsão dele e hoje eu descobri. hehe. É piada mesmo!

    Valeu!

    Marlon

    junho 23, 2010 at 11:21 am

  3. Se Maradona anda educadinho é sinal do fim dos tempos.

    Acho que todos tem que ceder… A TV Globo não está acostumada a ceder, não ter exclusividade e não ser reverenciada como TV Suprema é pior que perder em audiencia para o Silvio Santos…

    De outro lado, pela questão da visibilidade e retorno para quem investiu no time brasileiro, é muito ruim. Você não aparece, quando aparece lá está sua marca em um tiroteio, será que itaú, vivo e cia gostaram de ter sua marca junto com os palavrões pronunciados pelo Dunga? Bom, tem gente que acha que mídia espontânea é mídia espontânea né…

  4. Adorei o texto, primo. E mais ainda a foto do tempo em que vc era loirinho. Lembro de vc exatamente assim. Sobre o Dunga, acho que ele está sendo um completo imbecil. Mas, certamente, não é o único nesse meio.
    Um beijo,
    Cris

    Cristiane Segatto

    junho 24, 2010 at 8:44 am


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: