Escandiuzzi

Procuram-se boas notícias. Mas enquanto elas não surgem….

Ressaca: quem perdeu, perdeu???

leave a comment »

As construções irregulares e a situação “pós-ressaca”  começam a preocupar as “otoridades” em Florianópolis.

Até que enfim.

Existe a possibilidade de que a prefeitura municipal não autorize a reconstrução de algumas das casas destruídas.  Segundo Gerson Basso, diretor da Floram (que é o órgão responsável por licenças ambientais), a situação é bastante complicada principalmente nas casas afetadas pela ressaca no bairro do Campeche.

Todas estão sobre dunas de APPs (Área de Preservação Permanente) e os terrenos não poderão ser recuperados. Aliás ali, o Poder Público não pode fazer nenhuma obra para evitar maiores estragos.

Ali quem perdeu, perdeu. Casas que estavam sobre dunas não voltarão a ser erguidas”, disse Gerson Basso. “Estamos conversando com o Ministério Público Federal, pois a área é de propriedade da União para sabermos qual deve ser o nosso procedimento com relação a este caso”. Preparem-se para a choradeira e enxurradas de ações.

Mas a atitude está absolutamente correta. É uma APP e ponto final.

Na praia da Armação do Pântano do Sul, segundo o mesmo Basso, a situação seria ”diferente” pelo fato de muitas casas terem sido construídas há quase meio século, antes de legislações ambientais sobre o tema. Mesmo assim muitos dos proprietários da casas na costa perderão a maior parte do terreno. “No lugar dos terrenos há um muro de pedra. Não há como construir nada”, afirmou.

Outra precupação é com relação aos muros de pedras erguidos por particulares com o objetivo de proteger as suas propriedades. No entendimento da Floram, são necessárias licenças para colocação de pedras na praia. “Para construirmos um muro mesmo emergencialmente reunimos com órgãos ambientais e MPF no intuito de obter as autorizações”, disse. “Estamos fiscalizando e notificando os casos de pessoas que colocam pedras na praia por sua própria conta”.

Aliás o muro trouxe um cenário que mais parece de uma avenida à praia da Armação.

E ainda  tem o projeto de recuperação da praia..

Quando vai ser apresentado?

Por quem?

Os valores foram “recalculados”?

Quem vai pagar o quê?

Ninguém fala, ninguém sabe, ninguém viu…

Acho que o “pós-ressaca” vai dar ainda mais dor de cabeça à prefeitura..


Anúncios

Written by Fabrício Escandiuzzi

junho 13, 2010 às 2:46 am

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: