Escandiuzzi

Procuram-se boas notícias. Mas enquanto elas não surgem….

Diga com quem voa…

leave a comment »

Mal tomou posse, o tucano Leonel Pavan parece estar passando por seu inferno astral.

Considerado como fugitivo pela Polícia Civil de Santa Catarina, o ex-prefeito de Camboriú, Edson Olegário (PSDB) estava lotado no cargo de “executivo de gabinete” do governador Pavan. Edinho, como é conhecido o ex-prefeito, havia sido nomeado através do Ato número 90, publicado na edição do Diário Oficial do dia 21 de janeiro de 2009. Pelo documento, ele passaria a responder pelas funções no gabinete do então vice-governador.

De acordo com as informações oficiais da assessoria de comunicação do governo de Santa Catarina a este pobre repórter, o ex-prefeito foi exonerado na última segunda-feira, dia 26, logo que a prisão temporária foi decretada pela Justiça.

O caso é pra lá de escabroso: Edson Olegário é suspeito de participação em uma série de atentados contra vereadores integrantes de uma CPI e também no homicídio de um deficiente físico em 2008.

A Polícia Civil sustenta que a vítima, Eneri Antônio Souza, 59 anos, teria sido morta por engano no lugar do irmão, vereador na cidade de Camboriú. Membro titular do diretório estadual do PSDB em Santa Catarina, Olegário foi prefeito de Camboriú na gestão 2005 a 2008.

Para quem não sabe, uma curiosidade: ele teve a candidatura à reeleição impugnada nas últimas eleições pelo fato dele não ter comparecido e nem justificado a ausência no plebiscito de armas.

Nunca vi isso na minha vida. O Olegário deve estar muito mal assessorado. Foragido é coisa de bandido.

Político que é político se apresenta, nega envolvimento, chora, diz que é intriga e maldade de opositores e que vai provar a inocência, limpar a honra e outras coisas básicas.

Se fizesse isso, ficava cinco dias na cadeia, prestava depoimento, saía e depois ia aguardar o processo. Tem Copa do Mundo, vai que tem outro preso por aí, a atenção estava desviada.

No Brasil é assim. Tem neguinho que superfatura frango, coloca dinheiro em cuecas, meias e sabe-se lá onde, nega tudo e depois é solto.

Como fugitivo, está atraindo a atenção de toda a mídia e holofotes para o maior líder do PSDB catarinense, Leonel Pavan, em pleno ano eleitoral.

Pavan aliás, que deveria escolher melhor suas companhias.

É como o meu avô já dizia: Diga com quem andas….

Ou voa, no caso de tucanos…

Anúncios

Written by Fabrício Escandiuzzi

abril 30, 2010 às 6:39 am

Publicado em Brasil, Santa Catarina

Tagged with , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: